Why?, Why?, Why?, Why?, Why?, WHY?

Esta é uma linda ilustração de uma maravilhosa ave extinta, cuja última vida foi brutalmente (no sentido extremo da palavra) assassinada no ano de 1681. Viviam placidamente nas Ilhas Maurício, até a chegada da raça branca (o câncer da humanidade) àquele país. As chagas cancerosas, digo, os colonos portugueses que lá desembarcaram, batizaram-na de Dodó em virtude do aspecto desajeitado que essas aves tinham, por isso, doudos, doidos. Como essas aves não tinham medo dos humanos (o que foi um terrível e nefasto engano) e, como não voavam, tornaram-se presas fáceis. Eram consideradas excelente fonte de alimentação: pesavam cerca de 16 quilos. Mas, não foi somente isso que as exterminou. Os tumores, digo, os colonos trouxeram consigo animais como porcos, ratos e macacos que destruíam os ninhos daquelas indefesas e belas aves. O intuito de eu ter postado esse conteúdo hoje foi sobre uma foto que eu vi, quando criança, numa enciclopédia, que relatava animais extintos e os motivos da extinção, tais como, caça, espécies predadoras, etc. Portanto, isso muito me tocou, aliás, quando criança, eu gostava muito de folhear enciclopédias sobre animais, às vezes eu chorava quando via algumas fotos porque achava que os bichinhos estavam tristes, sentindo falta de alguém ou simplesmente tristes com o rumo que a vida toma. Bem, já estou triste, aliás, ultimamente tenho me sentido muito triste com as coisas que presencio no decorrer dos dias. Como alguém pode agir com a intenção de prejudicar outrem? Como? Mas, como diz o Coldplay: We live in a beautiful world! Let's save the World! Imagem extraída do site: en:Image:ExtinctDodoBird.jpeg

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes de você chegar

Responsabilidade

Welcome to life