Wait for me - part 5

As salam ualaikum. Irmãos e irmãs acredito que este será meu último post com o título de Wait for me, pois, não tenho encontrado muitas fontes (e tempo para fazê-lo) para pesquisa a fim de ter argumentos verídicos e interessantes para falar sobre a cidade de Casablanca. É um pouco complicado falar sobre algo que desconhecemos ou temos pouquíssimo conhecimento, no meu caso uma cidade que só conheço por intermédio de minha bem amada e de alguns sítios - e olha lá. Tudo bem, poderia até arriscar algumas palavras sobre aquela cidade, mas, não tem sido fácil, e olha que tenho feito alguma força para expremer a minha inspiração, ni entanto, nada tem saído dessa cabeça.
Bem, falarei algumas palavrinhas sobre o transporte público de Casablanca. Os ônibus são até que uma boa opção para conhecer a cidade, táxis são um pouco caros, pior se algum motorista sacana ler no rosto a palavra inegável: estrangeiro, aí a coisa fica feia - geralmente, costumam cobrar preços acima do normal achando que todo turista é rico (não há muita diferença de alguns motoristas brazileiros). Agora, uma ótima opção, conforme experiência de muitos mochileiros, são os trens. O Marrocos possui uma malha ferroviária muito boa, cujos viagens são maravilhosas e um deleite para olhos ávidos em contemplar uma linda cultura e incríveis paisagens naturais. A foto acima é de uma estação de Casablanca, só não sei o nome da estação, infelizmente, mas, dá para ter uma idéia que é um convite para se perder no tempo e viajar pelo país afora, melhor se houver alguém ao seu lado dividindo o clima onírico e, por que não?, romântico. Sempre amei viagens de trem, aliás, esse tipo de transporte é tão poético, sempre que embarco num trem de viagem, literalmente viajo até nos pensamentos, é como se um mundo sem fronteiras e limitações fosse pouco a pouco sendo desbravado por aquele meio de transporte.
Irmãos e irmãs, ficarei ausente por alguns dias em virtude de algumas viagens internas que farei - digo viagens, pois, a descoberta de si mesmo nunca pára, essa busca é infinita e diária, e, também exige muita coragem de nossa parte, visto que, as nossas limitações e medos querem nos aprisionar e nos manter no cárcere até o dia de nossa partida - a vida é muito valiosa para nos prendermos à inatividade.
Fiquem com Deus(louvado seja) e insha Allah em breve trarei mais notícias sobre Casablanca e suas peculiaridades, e, comentar mais sobre a cidade, prometo (rs).
Ila liqa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes de você chegar

Responsabilidade

Welcome to life