Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2007

O que você é? (uma conversa no Metro de São Paulo)

Imagem
Olá, tudo bem, estava ali te observando e queria te fazer uma pergunta: o que você é? Sabe por quê? Você não é como a maioria, tem um jeito diferente, não diria estranho, mas, diferente dos outros, sabe? Olha, não me leva mal, tudo bem? Só fiquei curioso – essa roupa meio estranha, bem largona, sabe?, esse cabelo loção, esse jeito, que de brasileiro não tem nada, enfim, o que você é? Olha, não se preocupa não, tudo bem?, não sou preconceituoso nem zombador, fique livre para responder sem acanhamento algum, independente disso, meu tratamento a você será de amor, eu juro. Você sabe como é né, na vida é necessário seguir alguma coisa, digo, algum líder, alguém que te dê orientação para seguir em frente, como se fosse uma espécie de um farol, sabe?, alguém para te falar o que você pode ou não fazer, deve ou não deve fazer, entendeu? Sabe, é por isso que esse mundo é essa anarquia: ninguém respeita nada e nem segue nada, não tem nenhum líder, não tem nenhuma religião, aliás, religião é al…

Changes - everybody needs

Ouça Tina Turner com River deep mountain high ao ler este post, um arraso das cordas vocais desta diva. Desde que o local em que vivemos possui o nome de mundo, tudo é composto por mudanças. A própria natureza é um exemplo visível - prova de que todos estão suscetíveis às mudanças, não se escapa delas, ao menos tão facilmente. Mesmo assim, há pessoas que são resistentes ao que é novo, temem virar a esquina das mudanças, visto que não se sabe o que se encontrará ao fazê-lo. É uma pena. O novo, que é muito mais excitante do que a mesmice, é que deve atiçar a nossa vontade de viver os riscos, aliás, os riscos devem vividos, senão o que contaremos aos nossos netos? Que somente ficávamos no conforto de nossas casas, lamentando a vida, a violência das grandes cidades, entre outros males da vida? Bem, a opção de escolha é tão somente nossa, como Deus é magnífico não, permitir que escolhamos o que bem entendermos e ainda nos proteger e abençoar no decorrer da vida. Que Deus sempre nos conceda…