Assim


Na estrada do paraíso vai,
Sentindo o bafejar de um anjo, vai,
A melodia etérea do Criador vai,
Rumo ao coração do servo vai.
Se assim tem de ser,
Aqui estou - sorrindo e contemplando
A Santidade maior.
Ao longo do caminho uma lágrima cai,
Amedrontado e desfalecendo o ânimo cai,
Mas o anjo da guarda correndo sai,
Mais uma alma no desespero cai.
Calmamente, sento-me no jardim e respiro profundamente,
Até meus pulmões preencherem-se com a Santidade;
E, assim,
Minha mente transcenderá a matéria -
"Mestre, aqui estou!"

Comentários

Rob Seixas disse…
Finalmente, meu irmão...

Fazia tempo que você não postava nada, estava preocupado... Você é definitivamente um grande poeta do nosso tempo. Parabéns pelas balas palavras de seu poema. Um forte abraço!!!
Denise Bomfim disse…
Salam! Saudações ao coração do poeta!
Que o coração se aqueça em Luz e no fogo eterno do conhecimento.
Ila liqa,
Denise.`.
Anônimo disse…
Oi Leandro! Belíssimas palavras... Gosto muito de ler o que você escreve, então não demore tanto a postar, ok? Rsrs.

Um Beijão

Débora
Jarbas disse…
Oi Leandro,

Sugeri idéia de uma blogofesta de blogueiros da USJT. Dê uma olhada em post que coloquei no Boteco sobre o assunto. Se puder, entre em contato com os ex-alunos blogueiros que destaco em coluna direita do meu blog. Abraço, Jarbas
Denise Bomfim disse…
Ramadan Mubarak!
Que as bênçãos sejam muitas e plenas!
Agradeço de coração por seu doce comentário no meu outro Blog,realmente há pessoas que transformam a vida de outras em bênçãos...
Salam,
Denise.`.

Postagens mais visitadas deste blog

Antes de você chegar

Responsabilidade

Welcome to life