Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Someboy told me (they are really cool)

Imagem
Sábado foi realmente um dia maravilhoso; tirando o mau tempo. Mas, foi muito bom.
As vítimas aguardavam ansiosamente os rapazes da noite – The Killers. Porém, a espera foi regada à muita chuva, aliás, uma tempestade daquelas. Como eu e minha garota já estávamos ensopados – “Dane-se! Quando eles entrarem agitaremos bastante!”.
A impaciência cessou quando as primeiras notas perguntaram se “are we human, or are we dancer?”, pronto!, todos já pulavam jogando para cima água e lama. Graças a Deus não houve atraso, como da primeira vez que vieram.
A maioria dos sucessos foram tocados, claro que sempre que fica algo de fora. Agora, o que amo em shows: as músicas ficaram mais agressivas. Conforme a banda tocava imagens eram projetadas em telão ao fundo do palco, aliás, com uma decoração bem tropical: quatro mini-palmeiras e um vaso gigante repleto de flores de diversas cores. Brandon Flowers não só é carismático, mas também, não parou de agitar a platéia um minuto. Os momentos mais intensos f…

Assim eu vejo a vida

Imagem
"Good day", como dizem os Aussies.
Às vezes, quando estamos espiritualmente cabisbaixos, parece que nada nem pessoa alguma corresponde ao nosso mal-estar psíquico. Ninguém se interessa em elevar nosso ânimo. É duro mas - isso cabe tão-somente a nós.
Contudo, nada como um belo sorriso de uma criança, ou, de algum vizinho, desses que só nos dizem bom dia e pronto, para alegrar o dia e perfumar nossa manhã.
Este poema da Cora Coralina, poetisa das coisas simples, é um belo sol para uma manhã qualquer.
Elevem-se nestas palavras.
Sejam felizes e que Deus os abençoe.


Assim eu vejo a vida

A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e de…

Sunny day with my Sunny

Imagem
Domingo de sol, nada como um passeio pelo parque, no caso, o do Ibirapuera.
Como em todo feriado prolongado, o local estava cheio, algumas pessoas estressadas, mas, um lindo sol brilhava intensamente onde quer os olhos tocassem. Eu, meu amor e sua cachorrinha caminhamos ao redor de um rascunho de natureza nesta maravilhosa cidade – São Paulo.
Sorvete, repentistas (que fizeram rimas ao nos aproximarmos, e todos riram das que foram a meu respeito - foi muito bom), risos, palavras soltas ao vento – tudo aquilo que torna as coisas do dia mais belas. Só é uma pena a cidade não ter muitos parques e, quando os tem a não haver cordialidade entre os usuários: parece que as pessoas saem espiritualmente armadas e com ódio em seus corações. Ao invés de ser um plácido passeio se torna em uma ida ao “front”: o parque se torna em um campo de batalha, cujo solo é disputado com o ranger de dentes e palavras furiosas. Ouçam a música Rua da Passagem (trânsito) do Lenine e vocês saberão do quê falo.
C…