Uma nova manhã

Este "poemeto" é para a Débora, digo, inspirei-me em um post dela.
Então, a ela dedico estas palavras.

Se o mundo fosse acabar hoje,
Eu iria até sua casa e diria:
“Eu te amei tanto que meu amor por você acabou!
Agora um lindo alguém ilustra meus pensamentos”.

Sejam felizes!

Comentários

Rob Seixas disse…
meio mórbido, hein irmão?

mas poético e bem realizado como sempre.

Abração!!!!!!!
Denise Bomfim disse…
A salamu-a leikum, Irmão Poeta!
Por falar em fim do mundo, já assistiu ao filme 2012?

Parabéns pela poesia.

Allah hu Akbar!!!
Anônimo disse…
Lê, faz tempo que não passo por aqui e qdo passo vejo esse post... Valeu por lembrar de mim, por ser um leitor fiel de meu jovem blog e meu amigo também... adoro ler o que escreve me toca, de verdade...

Beijos muitos beijos

Débora

Postagens mais visitadas deste blog

Antes de você chegar

Responsabilidade

Welcome to life